quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Os 12 objectivos de 2008

1- Acabar o estágio com uma nota razoável e
com mais conhecimentos;
2- Arranjar um emprego que dê para
os meus gastos;
3- Ir a Milão e Lagos (se possível mais do
que um fim de semana);
4- Deixar os maus vícios (todos os prejudicias,
incluindo o roer as unhas);
5- Tirar umas férias GRANDES e boas, antes de
me entregar ao trabalho;
6- Inscrever-me num ginásio e levar
uma vida mais saudável;
7- Arranjar mais tempo para ler todos os livros
que estão na lista de espera;
8- Aprender a fazer bem outro prato que
não seja o frango de cerveja;
9- Não ter expectativas elevadas
no meu dia de anos;
10- Passar o ano novo fora de
Portugal (continental);
11- Tentar organizar melhor o meu tempo
para conseguir fazer tudo;
12 - Continuar feliz...

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Saudação "Feliz Natal" em várias línguas


Albanês - Gezur Krislinjden
Alemão
- Frohe Weihnacht
Armênio
- Shenoraavor Nor Dari yev Pari Gaghand
Bretão
- Nedeleg laouen
Catalão
- Bon Nadal
Checo - Klidné prožití Vánoc
Coreano - Chuk Sung Tan
Croato - Čestit Božić
Espanhol
- Feliz Navidad
Esperanto
- Gajan Kristnaskon
Finlandês
- Hyvää joulua
Francês
- Joyeux Noël
Grego
- Kala Christougena
Magyar
- Kellemes Karácsonyt
Inglês
- Merry Christmas
Italiano
- Buon Natale
Japonês
- Merii Kurisumasu (modificação de merry xmas)
Mandarim
- Kung His Hsin Nien
Norueguês
- God Jul
Polaco
- Wesołych Świąt Bożego Narodzenia
Português
- Feliz Natal
Romeno
- Sarbatori Fericite
Russo
- S prazdnikom Rozdestva Hristova
Sueco
- God Jul
Ucraniano - Srozhdestvom Kristovym


sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

É NATAL!!!!!

Depois de ouvir uma versão com cantores actuais na antena 3, decidi partilhar convosco a letra de uma das minhas canções de Natal preferidas:

You'd better watch out!
You'd better not cry!
You'd better not pout!
I'm telling you why,
Santa Claus is comin' to town.
He's making a list
and checking it twice.
He's going to find out
who's naughty and nice.
Santa Claus Is Comin' To Town.
He sees when you are sleeping.
He knows when you're awake.
He knows if you've been bad or good.
So be good for goodness sake!
You'd better watch out!
You'd better not cry!
You'd better not pout!
I'm telling you why,
Santa Claus is comin' to town.
With little tin horns
and little toy drums,
rootie-toot-toots and rum-a-tum tums.
Santa Claus Is Comin' To Town.
Curly head dolls that toddle and coo,
elephant folks and kiddie cars too.
Santa Claus Is Comin' To Town.
The kids and girls in boyland
will have a jubilee.
They're going to build a toyland town,
all around the Christmas tree.
You'd better watch out!
You'd better not cry!
You'd better not pout!
I'm telling you why,
Santa Claus is comin' to town.

He's making a list
and checking it twice.
He's going to find out
who's naughty and nice.
Santa Claus Is Comin' To Town.

domingo, 9 de dezembro de 2007

Banda sonora do fim de semana

Como diria o Rudolfo, a rena de nariz vermelho que se apaixonou por esta bela Popota, que até já a trata por Po (vejam la as intimidades):

Com a Popota é uma "Guisota"

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

2º Dia

Cansada... e não entusiasmada

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Parabéns Joaninha (24 de Novembro)


E os 23 chegaram... Esse belo número! Vais ver que vai ser um ano diferente, com novas vivências, sempre positivas.

Um grande grande beijinho


(O post chegou tarde, mas chegou!)

Com direito a alteração de foto e tudo!



quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Next Stop

Amesterdão

domingo, 18 de novembro de 2007

Parabéns Meguinha!


Tardou mas chegou a tua vez de teres 25 ;) A última a chegar
Muitos parabéns e espero que o teu dia tenha continuado tão alegre como começou.

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Bom Dia

Hoje eu tenho asas nos pés
só me apetece dançar
há tentas caras bonitas
tantas mãos a acenar
eu sou um balão colorido e mágico
- Bom dia!
Ontem já passou
amanhã pode ser bom
mas hoje é o melhor dia que há
nem preciso de fé
eu felizmente não preciso de nada
- Bom dia!
Hoje eu sou um homem contente
ao serviço do amor
sou o próprio sonho
e desconheço a dor
eu sou o vagabundo mais feliz que existe
- Bom dia!
Hoje eu sou o mais forte dos deuses
mais cretino que a morte
estou por cima da queda
mais seguro que a sorte
eu sou o universo inteiro a sorrir
- Bom dia!

Jorge Palma
Composição: Jorge Palma

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Gira o Sol

by Joana Moreira

terça-feira, 13 de novembro de 2007

É só mais um dia mau...

Há dias em que parece que o mundo se virou contra ti! Em que todos parecem ficar tristes ou magoados com atitutes que, para ti, são normais.
Em que toda a gente te parece querer mostrar como a tua atitude está a ser errada quando tu sentes que estas a tentar agir da melhor forma possível!
E a questão que se põe é:
Foi o mundo que se virou contra ti, ou tu que te viraste contra o mundo?
E como diria o Manel Cruz, é só mais um dia mau que eu não quis guardar para mim!

terça-feira, 30 de outubro de 2007

Vida de estudante pelintra...

... a quanto obriga

2ª Feira

3ª Feira


4ª Feira


Para quando as próximas?

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Dois meses se passaram....

Xutos & Pontapés
Composição: Fernando Dias Antunes

"Pede um desejo
Pouco importa que seja
Este universo inteiro
Pede um desejo
Pede um desejo
Mas ao menos que seja
Outro Universo inteiro
Pede um desejo
Onde eu seja contemplado
No teu universo inteiro
Pede um desejo
Pede um desejo
Não deixes de escolher
Entre tudo e o nada
Pede um desejo
Pede um desejo
Sabes que menos que tudo
É pouco mais que o nada
Pede um desejo
Do nada depende tudo
E contudo....
Pede um desejo"
Desta vez antecipei-me ;)

Uma "beleza" que eu não compreendo...


Cansada... mas podia estar muito mais, pois o estudo não foi exaustivo.
Obrigada a todos aqueles que sentiram na pele o "mau feitio" de quem faz o último exame e tiveram paciência...

E a questão mantém-se...

Último ou não?

domingo, 21 de outubro de 2007

4 meses depois... uma aula de vela!

A prenda foi oferecida a 15 de junho, no entanto só foi utilizada ontem!
De manhã a vontade era pouca, talvez fosse o medo quem falava mais alto... mas mal entrei no barco, tudo passou!
O vento que soprava era pouco, ou quase nenhum, nas proximidades do terreiro do paço! E todos os participantes se mostravam um pouco descontentes
Mas um pouco mais para o lado de do mar, as condições melhoraram tornando-se um dia ideal para a vela! E até com alguém inexperiente como eu ao leme conseguimos velejar desde a ponte até à Torre de Belém.
Caçar e folgar velas, foi para mim tarefa fácil e os termos bombordo, estibordo, navegar ao largo ou à bolina, passaram agora a fazer mais sentido!
Apesar de desportos nauticos não me fascinarem muito, foi uma experiência muito agradável e divertida.
Obrigada!
E para terminar o dia, nada melhor do que dois pasteis de belém acabadinhos de fazer!

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Se eu fosse um animal...


Quanto menos tenho para fazer....
... menos faço!


terça-feira, 9 de outubro de 2007

Umbigos...

Umbigo é uma cicatriz resultante da queda fisiológica (natural) do cordão umbilical. Geralmente, em humanos possui o formato redondo e fundo.



E cada um olha para o seu...

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Última pista...


(era fácil... eu é que tive de dificultar, pq acertaste logo sem pistas! Menos no local)

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

A primeira surpresa...

... foi o meu primeiro Derby!
Apesar da desconfiança, trocaram-me as voltas e fui surpreendida!
Piso 0; Fila A; Lugar 13!!!
Mais perto, só no campo!
Os jogadores do SLB é que não cumpriram com a parte deles e, mais uma vez, vim-me embora sem viver a emoção de um golo!
Obrigada, gostei mto :)

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

É sexta feira!!!!

Segunda, passa o dia a correr
Chego a Terça-feira sem a conseguir ver
Quarta, há tanto para dizer
Acordo e ainda posso ver o dia nascer
Quinta, paro para pensar,
Como seria se vivesse noutro lugar?
Menina bonita, é sexta
E vamos vadiar

terça-feira, 25 de setembro de 2007

Gosto de surpreender (e de ser surpreendida!)

Você é uma verdadeira caixinha de surpresas.

A sua cara-metade nunca sabe muito bem o que esperar de si com tudo de bom e de mau que isso tem.

A sua relação não tem rotina..

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Impressão Digital

Os meus olhos são uns olhos,
e é com esses olhos uns
que eu vejo no mundo escolhos,
onde outros, com outros olhos,
nao vêem escolhos nenhuns.
Quem diz escolhos, diz flores!
De tudo o mesmo se diz!
Onde uns vêem luto e dores,
uns outros descobrem cores
do mais formoso matiz.
Pelas ruas e estradas
onde passa tanta gente,
uns vêem pedras pisadas,
mas outros gnomos e fadas
num halo resplandecente!!
Inutil seguir vizinhos,
querer ser depois ou ser antes.
Cada um é seus caminhos!
Onde Sancho vê moinhos,
D.Quixote vê gigantes.
Vê moinhos? São moinhos!
Vê gigantes? São gigantes!
António Gedeão

terça-feira, 18 de setembro de 2007

Chegou o grande dia

Depois de tão falado, chegou o dia em que vou ter de decidir como serão os meus próximos 10 meses! Achei que era fácil, mas as questões não param de surgir....
Tenho medo!

domingo, 16 de setembro de 2007

Eu sou...

... MUITO CURIOSAAAAAAAAA

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Parabéns Calvas (8 de Setembro)

Já que o dia de aniversário foi substituido por um casamento, hoje lá estaremos todos para festejar a tua chegada aos 24 anos! (sinto-me velha). Um grande grande beijinho de Parabéns para ti. És grande, miudo ;)


Desculpa o atraso mas, no próprio dia, não estava por cá.

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

"You make me wanna measure stars in the backyard with a calculator and a ruler, baby"
Au Revoir Simone - Stars

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Último destino das férias...

tal como no ano passado, será...
Amieira do Tejo
Foram grandes as férias, mas souberam a pouco. As próximas, quem sabe quando serão...

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Parabéns Cat


E mais um aniversário que passamos juntas! Desta vez com direito a jantar e tudo! Já lá vão uns aninhos que não ha festarola e desta vez, não vai ser no carroça!
Muitos parabéns e que o mau feitio/boa disposição que fazem de ti única te continuem a acompanhar nos 25 anos!

domingo, 26 de agosto de 2007

A primeira vez...

... no estádio do Glorioso

Não houve golos e o Benfica não se portou da melhor forma. Mas a emoção de ver um jogo de futebol num estádio é realmente diferente (principalmente quando os vizinhos da frente são como personagens tiradas de um filme cómico!). Foi o primeiro de muitos
Obrigada!

sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Aos meus amigos

Há alturas que nos convencemos que somos fortes e que ultrapassamos tudo sozinhos! Mas a verdade, é que há sempre um amigo por trás que nos faz ter essa força!



Há alturas que choramos sozinhos, por ter medo de pedir um ombro, mas a verdade é que esse ombro vai estar sempre pronto e nunca vai dizer "hoje não!"



Há alturas que rimos sozinhos e achamos q estamos a ficar doidos, mas normalmente é porque nos relembramos de momentos bem passados na companhia dos amigos...



... e a vocês todos, peço desculpa quando vos julgo antes de pensar, peço desculpa por não ser tolerante, peço desculpa por pedir mais quando estão a dar o máximo, peço desculpa por às vezes não vos conseguir dar um bocadinho da minha força!



... e agradeço, por existirem e por estarem sempre ali.



Adoro-vos quando sorriem, quando choram, quando gritam!

domingo, 12 de agosto de 2007

Parabéns Tiago

Porque apesar de dizeres que não ligas à meia noite, porque apesar de dizeres que não dás assim TANTA importância aos teus anos, eu não acredito! És Leão e isso diz tudo! Os aniversários são sempre sagrados!
(E nem eu faço um post no meu blog para mim propria no meu dia de anos, portanto não digas "eu n ligo a essas coisas")

MUITOS PARABÉNS
(26 é AQUELA idade, sempre eu ouvi dizer)

terça-feira, 7 de agosto de 2007

Porto Covo

Roendo uma laranja na falésia
Olhando o mundo azul à minha frente,
Ouvindo um rouxinol na redondeza,
No calmo improviso do poente
Em baixo fogos trémulos nas tendas
Ao largo as aguas brilham como pratas
E a brisa vai contando velhas lendas
De portos e baias de piratas

Havia um pessegueiro na ilha
Plantado por um Vizir de Odemira
Que dizem que por amor se matou novo
Aqui, no lugar de Porto Covo

A lua ja desceu sobre esta paz
E reina sobre todo este luzeiro
À volta toda a vida se compraz
Enquanto um sargo assa no brazeiro
Ao longe a cidadela de um navio
Acende-se no mar como um desejo
Por trás de mim o bafo do destino
Devolve-me à lembranca do Alentejo

Havia um pessegueiro na ilha
Plantado por um Vizir de Odemira
Que dizem que por amor se matou novo
Aqui, no lugar de Porto Covo

Roendo uma laranja na falésia
Olhando à minha frente o azul escuro
Podia ser um peixe na maré
Nadando sem passado nem futuro

Havia um pessegueiro na ilha
Plantado por um Vizir de Odemira
Que dizem que por amor se matou novo
Aqui, no lugar de Porto Covo

11º Sudoeste

Muito Bommmmmmm!!!
(Sem palavras)

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

E aí vamos nós...

E 4 anos passaram desde o meu último festival. O espirito agora é outro, mas a vontade mantem-se. Quatro dias de muito sol, muita praia, muitas bandas, muita borga e acima de tudo, boa disposição! Claro que as famosas toi-toi lá vão estar para nos estragar alguns momentos, mas nada de dramatismos, com a ajuda de um frontal, tudo é possível. Estou cá, mas a cabeça já está lá...
Me gustan los aviones, me gustas tu.
Me gusta viajar, me gustas tu.
Me gusta la mañana, me gustas tu.
Me gusta el viento, me gustas tu.
Me gusta soñar, me gustas tu.
Me gusta la mar, me gustas tu.
Que voy a hacer , Je ne sais pas
Que voy a hacer Je ne sais plus
Que voy a hacer Je suis perdu
Que horas son, mi corazón
Me gusta la moto, me gustas tu.
Me gusta correr, me gustas tu.
Me gusta la lluvia, me gustas tu.
Me gusta volver, me gustas tu.
Me gusta marihuana, me gustas tu.
Me gusta colombiana, me gustas tu.
Me gusta la montaña, me gustas tu.
Me gusta la noche, me gustas tu.
Que voy a hacer , Je ne sais pas
Que voy a hacer Je ne sais plus
Que voy a hacer Je suis perdu
Que horas son, mi corazón
Me gusta la cena, me gustas tu.
Me gusta la vecina, me gustas tu.
Me gusta su cocina, me gustas tu.
Me gusta camelar, me gustas tu.
Me gusta la guitarra, me gustas tu.
Me gusta el regaee, me gustas tu.
Que voy a hacer , Je ne sais pas
Que voy a hacer Je ne sais plus
Que voy a hacer Je suis perdu
Que horas son, mi corazón
Me gusta la canela, me gustas tu.
Me gusta el fuego, me gustas tu.
Me gusta menear, me gustas tu.
Me gusta la Coruña, me gustas tu.
Me gusta Malasaña, me gustas tu.
Me gusta la castaña, me gustas tu.
Me gusta Guatemala, me gustas tu.
Que voy a hacer , Je ne sais pas
Que voy a hacer Je ne sais plus
Que voy a hacer Je suis perdu
Que horas son, mi corazón
Boa sorte ;)

terça-feira, 31 de julho de 2007

22 de Julho de 2004

3 anos passaram....
... e eu nem me apercebi da data !

quarta-feira, 18 de julho de 2007

FÉRIAS FÉRIAS FÉRIAS
FÉRIAS FÉRIAS FÉRIAS
FÉRIAS FÉRIAS FÉRIAS
FÉRIAS
FÉRIAS
FÉRIAS FÉRIAS FÉRIAS
FÉRIAS FÉRIAS FÉRIAS
FÉRIAS
FÉRIAS
FÉRIAS
FÉRIAS
ÉRIAS

domingo, 15 de julho de 2007

Descubra as diferenças...

Quando acharem que por protector solar é só para os outros, porque vocês nunca se queimam, lembrem-se destas fotos!

(1º dia após o escaldão - Sem after sun)


(2º dia após o escaldão - com after sun)

É facil descobrir as diferenças entre uma e outra não é? Mas foram tiradas apenas com uma diferença de 24 horas!
Incrível o que o sol pode fazer...

terça-feira, 10 de julho de 2007

Parabéns Paulinha!!




E mais um ano que passou e mais uma vez cá estou eu para te dar os parabéns. Já perdi a conta dos anos q foram passando.
E mais uma com 25, essa bela idade!

sexta-feira, 6 de julho de 2007

Sabe a férias

Dormir até tarde, acordar com uma mensagem a dizer "vamos para a praia!", preparar umas sandochas e uma fruta, com calma, e seguir.
Chegar e estar um dia fabuloso, um calor agradavelmente suportável, a água suficientemente fria para refrescar. Um espaço para por a toalha e a praia bem frequentada. Dormir ao sol. Dar vários mergulhos. Beber um sorvete de limão!
Sair da praia a boa hora para ir beber imperiais com tremoços a acompanhar, seguidos dos caracois e dos pregos, sempre com conversas divertidas.
Tomar um banho e ir jogar um snooker seguido de várias jogos de cartas... E ganhar!! (esta é de borla para poderem gozar cmg à vontade!)
Isto sim, é saber a férias... mesmo quando ainda não é o caso

quinta-feira, 5 de julho de 2007

Teoria dos sete passos

Há, por todo o mundo, defensores desta teoria que dizem que todas as pessoas do mundo estão a sete "passos" umas das outras.

Ou seja, se tu tens um amigo que eu não conheço, ele está a um "passo" de mim. Por sua vez, alguem que esse teu amigo conheça e que nem eu nem tu conheçamos, está a dois "passos" de mim.

Esta teoria defende que conseguimos chegar a qualquer pessoa do Mundo, apenas em sete passos (há até quem defenda que se consegue em menos, desde que pelo meio esteja a Oprah, uma vez que a senhora conhece o Mundo inteiro).



Ora, se isto for realmente verdade, se conseguimos chegar a outros países e outros continentes em apenas sete passos, imaginem o que se passa neste nosso pequeno país. Devemos estar todos ligados por uns 3 a 4 passos no máximo!

E se ainda reduzirmos mais as hipoteses e pensarmos só no concelho de Lisboa, aí a coisa complica-se... Talvez estejamos todos ligados por 1 passo, e alguns, 2! Ou seja, no fundo, nunca conheceremos ninguem completamente novo nestas terras alfacinhas. Mesmo quando achamos que estamos a travar novos conhecimentos, há sempre um amigo (ou mais até) que já conhece a pessoa em questão e já tem uma opinião formada... O que faz com que antes de conhecer bem a pessoa, acabamos nós próprios por já ter uma opinião formada.

Conclusão, o melhor é emigrar, ou então tentar sempre que as novas amizades, venham de concelhos diferentes!

domingo, 1 de julho de 2007

Human behaviour

If you ever get close to a human
and human behaviour
be ready to get confused
there's definitely no logic
to human behaviour
but yet so irresistible
there's no map
to human behaviour
they're terribly moody
then all of a sudden turn happy
but, oh, to get involved in the exchange
of human emotions is ever so satisfying
and there is no map
and a compass
wouldn't help at all
human behaviour
(Bjork)

quarta-feira, 27 de junho de 2007

Numa noite

E afinal, como se chama o primeiro album do Pedro Abrunhosa?
Hummm, um momento.... espera, silêncio para eu poder pensar!
Isso foi há quanto tempo?
Ahhh, fez-se luz!!
Viagens, é como se chamava!
(Oh Ursa, és a máior!)

domingo, 24 de junho de 2007

Alguem me explica?

Santo António já se acabou
E o S.Pedro está-se a acabar
S.João, S.João, S.João,
Dá cá um balão para eu brincar
Se o S. Pedro é a 29 de Junho e o S. João a 24, como é que pode estar a acabar, quando ainda nem sequer começou?!?
Não seria melhor "o S. Pedro está para começar"?

sábado, 23 de junho de 2007

Parabéns Nic

Porque há alturas que queremos falar de problemas sérios, porque há alturas em que queremos discutir o estado da economia em portugal, porque há alturas em que queremos divagar sobre a problemática sexual dos nematelmintas, porque há alturas que é importante comparar os preços do feira nova com os do continente....
Porque há alturas que precisamos de uma amiga que nos acorde as 9h da manhã todos os dias (para nosso bem, claro está, assim conseguimos estudar)
E porque é dificil encontrar todas estas caracteristicas numa pessoa só, tu és especial!
Muitos parabéns amiga... venham mais 25 e comigo sempre a assistir :)

quinta-feira, 21 de junho de 2007

Chegou o Verão

E com ele...
Os festivais

Os finais de tarde na praia

Os chinelos no pé

... e ainda as esplanadas, as festinhas das aldeias, os gelados, os caracois e os daikiris! Os mergulhos, os escaldões e as noites de borga...

Ahhhh o sabor a férias e o "dolce far niente"!

(o pior é que o verão chegou mas as férias ainda não!)

Maior dia do ano

Em astronomia, solstício é o momento em que o Sol, durante seu movimento aparente na esfera celeste, atinge o seu maior afastamento, em latitude, da linha do equador. Os solstícios ocorrem duas vezes por ano: em 21 ou 22 de dezembro e em 21 ou 22 de junho. A data varia devido aos anos bissextos, que oscila entre o calendário das estações em um dia.
No
hemisfério Norte, o de dezembro é o solstício de inverno e o de junho é o solstício de Verão. O oposto acontece no hemisfério Sul.
Por causa do solstício, existem os trópicos de Câncer e Capricórnio. No solstício de verão no hemisfério sul, os raios solares incidem perpendicularmente à terra na linha do Trópico de Capricórnio. No solstício de inverno, ocorre a mesma coisa no Trópico de Câncer.
Quando ocorre um solstício no
inverno significa que esse dia é o dia menor do ano e a noite mais longa , quando ocorre no verão significa que é o dia maior do ano e a noite menor

segunda-feira, 18 de junho de 2007

Afinal, o que és?

" Imagina que vivias num mundo onde não existissem espelhos. Sonharias com o teu rosto, imaginá-lo-ias como uma espécie de reflexo exterior do que houvesse em ti. E depois, supõe que, aos quarenta anos, te mostram um espelho. Imagina o pavor. Terias visto um rosto totalmente estranho. E terias percebido nitidamente aquilo que te recusas a admitir: o teu rosto não és tu. "

domingo, 17 de junho de 2007

Obrigada

Um grande Obrigada a todos aqueles que conseguiram tornar a minha festa de aniversário inesquecível
Às minhas gajas e zenildo (e respectivos)
Inês (e Leão) - pela paciência e atenção
Nicole (e Dário) - pelo bailarico, pela arrumação, pelas farofias (optimas)
Cláudia (e Rui) - por mesmo por ser quem morava mais longe, teres ficado até ao final final
Nessa (e Alvarinho) - pela boa disposição e beijinhos da amizade ;)
Mafalda (e Borges) - pela compreensão de sempre e boa disposição
Gralha (e Raquel) - Por ficarem até ao fim, mesmo quando só havia coisas p arrumar
... por estarem sempre ali, sempre prontos a ajudar, e pelo pos-festa
Aos fixes
João - pelo belo som que fez da festa um sucesso
Joana - por enfeitares a casa de forma a ficar um bailarico perfeito, pela boa disposição de sempre
Tiago - pela paciência de não saires de perto do grelhador
Paula - pela tarte de natas, salada, e por n teres parado
Vanessa - por tudo... (enfeites, surpresas, paciencia, por aguentares até não podermos mais)
... por estarem sempre ali, prontos a ajudar, e pelo pré-festa
Às meninas (e respectivos)
Paula - pela boa disposição de sempre, por voltares p trazer o telemóvel
Sofia (e Clau) - pelo dejavu, por ires, pelos velhos momentos
Bela - pela coragem!! (fiquei mto mto feliz por teres ido)
Cat - pelos momentos fotográficos e pela galhofa
Ana (e Sara) - Pelo bailarico e por não faltares a uma
... por não falharem
Aos meninos (e respectivas)
Branco - pelas palhaçadas de sempre
Mota - por mesmo tarde, teres aparecido
Mano (e Xico) - pelo esforço, apesar da gravação do teledisco no dia seguinte
... por estarem presentes
Espero não me ter esquecido de ninguém, mas se o fiz, foi mesmo sem querer

Voltei

Depois de uma ida a uma realidade paralela distante e uma ausência cerebral profunda, voltei....
Agora sim, com 25 anos

quinta-feira, 14 de junho de 2007

O que será, o que será?

Será grande? Será pequeno?
Caberá numa mão fechada? E no porta-bagagem de um carro?
Será um papagaio de papel gigante cheio de cores? Ou um Hula Hup cor de rosa às estrelinhas? Será um bolo de chocolate gigaaaannnnteeeeee?
Será que se estraga? Será que apodrece? Será que é palpável?
Será de papel? De plástico? De vidro?
Será que se gasta? Será que dura para sempre?
Será um mealheiro gigante em forma de libelinha? Será um grilo numa gaiola com uma folha de alface?
Será só para mim? Será para partilhar?
Será redondo? Quadrado? Terá forma? Será real?
Será um bilhete para o Japão? Será que adivinho???
VOU MORRER DE CURIOSIDADE!
(estive perto de adivinhar?)

A ternura dos 25

E assim se passou mais um aniversário... Achei que não ia fazer um post a isso, mas com uma familia assim, é impossível não partilha-lo.
Conseguiram transformar um dia banal, em algo diferente e muito divertido!
Feirinha de Oeiras, a bela da sardinha (claro que aqui a criança fugiu ao peixe e atacou um belo naco de carne na brasa)... um manjerico, uma ginginha de óbidos em copo de chocolate e para culminar... uma voltinha no carrossel (todos, do primo com 78 anos, à prima com 9, tudo andou!)
Senti-me com 10 anos novamente enquanto girava no carrossel :) Senti-me bem por ser dessa grande familia Segurado

Para o ano há mais!

quarta-feira, 13 de junho de 2007

Respondendo à joana...

Eu quero... ser e fazer os outros felizes
Eu tenho... tudo o que é preciso para ser e fazer os outros felizes (mesmo q n o consiga)
Eu acho... que toda a gente merece uma segunda oportunidade
Eu odeio... mentiras
Eu sinto... em todos os nervos do meu corpo
Eu escuto... todas as conversas interessantes
Eu cheiro... tudo (a memória olfactiva é a melhor de todas)
Eu imploro... que não me magoem
Eu arrependo-me... de agir antes de pensar
Eu amo... tudo e todos os que me rodeiam
Eu sinto dor... quando não superam as minhas espectativas
Eu sinto falta... de um abraço sentido
Eu importo-me... com todos aqueles que se importam cmg
Eu sempre... tento sorrir
Eu não fico feliz... quando sei que algo poderia ter sido de outra maneira
Eu danço... sempre que posso :)
Eu choro... MUITO (mas sempre sozinha)
Eu falho... Muito, mas sei pedir desculpa
Eu luto... para ser feliz
Eu escrevo... o que me vai na alma
Eu ganho... por ser como sou
Eu perco... por ser como sou
Eu nunca digo... é impossível
Eu estou... (neste momento) triste
Eu sou... feliz!
Eu fico feliz... com sorrisos
Eu tenho esperança... de que tudo pode ser melhor
Eu preciso... de acreditar
Eu deveria... preocupar-me mais com quem se preocupa comigo!


E tu Paula?

domingo, 10 de junho de 2007

...

"...
- Quem és tu? Perguntou o principezinho. Tu és bem bonita...
- Sou uma raposa, disse a raposa.
- Vem brincar comigo, propôs o principezinho. Estou tão triste...
- Eu não posso brincar contigo, disse a raposa. Não me cativaram ainda.
- Ah! Desculpa, disse o principezinho.
- Que quer dizer "cativar"?
- É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa "criar laços..."
- Criar laços?
- Exactamente, disse a raposa. Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo... Se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora da toca, como se fosse música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos cor de ouro. Então será maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que é dourado, fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo...
A raposa calou-se e considerou por muito tempo o príncipe:
- Por favor... Cativa-me! Disse ela.
- Bem quisera, disse o principezinho, mas eu não tenho muito tempo. Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer.
- A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não têm mais tempo de conhecer alguma coisa. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!
- Que é preciso fazer? Perguntou o principezinho.
- É preciso ser paciente, respondeu a raposa. Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim, assim, na relva. Eu te olharei com o canto do olho e tu não dirás nada. A linguagem é uma fonte de mal-entendidos. Mas, cada dia, te sentarás mais perto...No dia seguinte o principezinho voltou.
- Teria sido melhor voltares à mesma hora, disse a raposa. Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. E quanto mais perto for da hora, mais feliz me sentirei. Às quatro horas, então, estarei inquieta e agitada: descobrirei o preço da felicidade! Mas se chegares a uma hora qualquer, eu nunca saberei a que horas é que hei-de começar a arranjar o meu coração, a vesti-lo, a pô-lo bonito... São precisos rituais.
- Que é um ritual? Perguntou o principezinho.
- É uma coisa muito esquecida também, disse a raposa. É o que faz com que um dia seja diferente dos outros dias; uma hora, das outras horas.

(...)Assim o principezinho cativou a raposa. Mas, quando chegou a hora da partida, a raposa disse:
- Ai! – Exclamou a raposa
– Ai que me vou pôr a chorar...
- A culpa é tua, disse o principezinho. Eu não te queria fazer mal; mas tu quiseste que eu te cativasse...
- Pois quis.
- Mas agora vais-te pôr a chorar!
- Pois vou
- Então não ganhaste nada com isso!
- Ai isso é que ganhei! Disse a raposa. Por causa da cor do trigo… Anda, vai ver outra vez as rosas. Vais perceber que a tua é única no mundo. Quando vieres ter comigo, dou-te um presente de despedida: conto-te um segredo. (...)
- Adeus...
- Adeus, disse a raposa. Vou-te contar o tal segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos...
O essencial é invisível para os olhos – repetiu o principezinho, para nunca mais se esquecer.
- Foi o tempo que tu perdeste com a tua rosa que tornou a tua rosa tão importante.
- Foi o tempo que eu perdi com a minha rosa... Repetiu o principezinho, para nunca mais se esquecer.
- Os homens já se esqueceram desta verdade, disse a raposa. Mas tu não te deves esquecer dela. Ficas responsável para todo o sempre por aquilo que cativas. Tu és responsável pela tua rosa..."

Está a chegar o dia...


Primeira prenda

E a primeira prendinha já cá anda.
Gostei muito muito muito, obrigada :)

sexta-feira, 8 de junho de 2007

"É preciso não sonhar sozinho, mas quando os outros sonharem...
que sonhem diferente"

quinta-feira, 7 de junho de 2007

... e melhorou


Não há nada que um Moccaccino não resolva

quarta-feira, 6 de junho de 2007

Há dias assim

Saímos de casa em hora de pouco trânsito, no entanto há dois acidentes que nos impedem de chegar a horas ao local combinado!
Chegamos, tarde, mas chegamos. A sala onde sempre combinamos está fechada e o caos reina na parte de fora do bar, o que, aliado à falta de concentração permanente, vem dificultar a tarefa pretendida (estudar).
Até corre bem e até achamos que sabemos qualquer coisa... ficamos com a sensação que ainda há esperança.
Hora de almoço, dos vários doces à escolha, tiramos o com melhor aspecto, esquecendo-nos que estamos na faculdade de farmácia e que nem tudo o que parece é! O sabor está terrível e insiste em permanecer na boca mesmo depois de duas pastilhas fire de canela (que por sinal, estão a acabar).
Chega a esperada hora (14h), está prestes a começar o primeiro dos últimos exames. Claro que antes temos de percorrer a faculdade de uma ponta à outra para saber em que sala o vamos fazer. Começou... primeira pergunta, não sabemos responder, a segunda também não. Da terceira até temos umas luzes, mas daí a saber responder, vai uma grande distância. E assim continua até ao final... a esperança que tinha aparecido tempos antes, desaparece. No entanto, nunca se desiste e chega a hora de o entregar.
Cá fora discutem ideias sobre quais seriam as respostas certas, mas o melhor é nem ouvir para não desanimar ainda mais... Passemos já ao próximo exame, mas para isso, precisamos de ir comprar as fotocopias, porque no dia seguinte é feriado, seguido de ponte! A fila da D. Nini é gigante (fala-se de uma espera de 1h!). Não temos paciência. Esperamos, esperamos, esperamos, mas a fila é cada vez maior. Decidimos regressar a casa, pois ainda não é hora de trânsito e queremos ir relaxar....
Outro acidente... o desespero e o mau feitio a querer gritar com toda a gente!

Mas chegamos a casa e não está ninguém. Podemos relaxar. É véspera de feriado e o dia está bonito... começou mal, mas pode melhorar....

terça-feira, 5 de junho de 2007

Já cheira a Santos Populares


Lisboa já tem Sol mas cheira a Lua
Quando nasce a madrugada sorrateira
E o primeiro eléctrico da rua
Faz coro com as chinelas da Ribeira
Se chove cheira a terra prometida
Procissões têm o cheiro a rosmaninho
Nas tascas da viela mais escondida
Cheira a iscas com elas e a vinho



Um craveiro numa água furtada
Cheira bem, cheira a Lisboa
Uma rosa a florir na tapada
Cheira bem, cheira a Lisboa

A fragata que se ergue na proa
A varina que teima em passar
Cheiram bem porque são de Lisboa
Lisboa tem cheiro de flores e de mar



Lisboa cheira aos cafés do Rossio
E o fado cheira sempre a solidão
Cheira a castanha assada se está frio
Cheira a fruta madura quando é Verão
Teus lábios têm o cheiro de um sorriso
Manjerico tem o cheiro de cantigas
E os rapazes perdem o juízo
Quando lhes dá o cheiro a raparigas

quinta-feira, 31 de maio de 2007

Nem tudo o que parece é



Relatividade
M. C. Escher

terça-feira, 29 de maio de 2007

Já!

"Pois, é a vida
pois, pois, pois é, pá
não há melhor
é o melhor que há
deseja que embrulhe
ou é pra viver já?
Deseja que embrulhe
ou é pra viver já?"
Composição: Sérgio Godinho

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Parabéns Mafinhas


E já está mais uma nos 25... Isto não pára!
Muitos, muitos parabéns... e domingo lá estaremos para.... não é festejar, é uma espécie de! ;)
Beijinho Grande
(a próxima sou eu!!)


terça-feira, 22 de maio de 2007

A minha querida bata

Bata, tu que me acompanhas desde os tempos de secundário!
Bata, tu que passaste pelo ISA onde ganhaste manchas laranja que nunca mais sairam!
Bata, tu que foste comigo a terras italianas (mesmo sem nunca ter saido da mala)
Bata, tu que estiveste vestida nos momentos de maior sofrimento (leia-se Tecnologia II)
Bata, tu, que como eu, viveste sem descanso estes últimos 6 anos
Bata, hoje tens direito a descansar...
Hoje (se tudo correr bem) foi o último dia que te tive de vestir, foi a nossa aula laboratorial... Correu mal, mas não interessa... o importante é que acabou e vais poder descansar no fundo do meu armário

domingo, 20 de maio de 2007

Parabéns Nessita


E o ano do quarto de século chegou... Foste uma das primeiras mas nós todas para lá caminhamos.
Mas o importante é continuar assim, sempre como o vinho do Porto
Uma grande beijoca minha xuxuca

quinta-feira, 17 de maio de 2007

Histórias de um estagiário...

"- Eu tenho diabretes!
- Diabretes? Mas que é isso?
- Diabretes, são aqueles bichinhos que gostam do açúcar!
- Ahhh! Diabetes!
- Sim isso, diabretes! Mas agora já não tenho... dei cabo deles!
- Deu cabo da Diabetes?!? Mas como?
- Então, meti um pacote de açúcar na boca, eles subiram todos até cá acima. Qdo estavam todos juntinhos, bebi um bagaço e morreram todos... Agora já não tenho diabretes!"

(quando disser que estou a gostar do estágio, por favor, internem-me!!)

quarta-feira, 16 de maio de 2007

Era uma vez Palermo

I know somewhere there is a party going down.
Interesting people; conversation to be found.
I've lived in cities where there is no solid tune,
made some friends there that I hope I'll never lose.
But, for now, I want to stay in this quiet town.
The neighbors on my block, they've got stories to tell.
"This is the grocery who once was a hotel."
"And Mr. Driscoll he just stands there with his smile,
inviting everyone he sees to come inside."
This is the life I want to live in a quiet town.
Sometimes I miss the shows I loved a long time ago.
Sometimes I miss the shows I loved a long time ago.
Come Sunday morning there's a market on the square.
Children are playing, bells are ringing in the air.
Old men are drinking, it's a lazy afternoon;
Content with thinking that there is nothing to do.
So for now, I'm gonna stay in this quiet town.
In this quiet town.
In this quiet town.
Josh Rouse - Quiet Town

Semana a Mil

Depois de várias semanas em que as aulas pareciam não valer de nada, chegou a semana dos trabalhos... aquela que todos nós tememos, aquela que nos tira horas de sono, aquela que nos deixa com olheiras até ao umbigo e num estado de demência tal que não conseguimos manter uma conversa normal...
Queixo-me... sempre que há estas semanas digo que não vou ter saudades de ser estudante... digo que ser estudante é um trabalho que nos ocupa 24h por dia, digo que não vou aguentar!
No entanto já tinha saudades, saudades do stress que é fazer trabalhos em cima da hora, de viver com separadores no cérebro e com a agenda atrás para conseguir encaixar tudo, do stress que é achar que não vou conseguir e no fim sair tudo (quase) perfeito! Das mudanças de humor devidas à falta de horas de sono, de dormir no comboio porque não aguento acordada, de beber café como quem bebe água e mesmo assim continuar com sono.
Quando vos disser que não vou ter saudades do tempo de estudante, lembrem-se que, se calhar, estou a mentir...
(e já só faltam 2 semanas e meia!)

quarta-feira, 9 de maio de 2007

Ele voltou


"Eu bem vi nascer o Sol
duma maçã vermelhinha
nunca pensei que nascesse
de coisa tão pequenina.
Eu bem vi nascer o Sol
num canivete de prata
nunca pensei que nascesse
de coisinha tão barata.
Eu bem vi nascer o Sol
nas areias do Mondego
enganei-me: foi a Lua
que o Sol não nasce tão cedo."

terça-feira, 8 de maio de 2007

Palavras para quê...

...fica um "Beijo" para todos vocês
"o Beijo de Gustav Klimt"

sexta-feira, 4 de maio de 2007

Foi só mais um dia mau...

...mas amanhã é 6ª feiraaaaaaa!!!
(e já só faltam 4 semanas)

terça-feira, 1 de maio de 2007

Resposta ao desafio do Tiago (http://www.secalharnao.blogspot.com/)

Como já me tinham desafiado noutro blog, vou apenas tentar melhorar as minhas respostas:

7 coisas que faço bem:
- Resolver problemas matemáticos complexos (com máquina de calcular, claro!)
- Falar italiano
- Mousse de Manga
- Organizar festas na Ericeira
- Dormir ao sol e apanhar escaldões
- Poupar dinheiro
- Arranjar viagens baratas

7 coisas que não faço:
- Contas de cabeça (só consigo quando conto pelos dedos)
- Cantar (não é por não gostar, mas para bem dos outros!)
- Tudo o que esteja relacionado com trabalhos manuais (já a minha mãezinha diz, que eu sou mto
mal jeitosa)
- Dizer que não a convites (sou muito fácil de convencer)
- Matar bichos (sejam aranhas, moscas, ou qq insecto estranho)
- Conversar ao telefone (não sei conversar ao telefone, só respondo por monossilabos, por mais que me esforce nunca é natural)
- Mergulhar de cabeça nas piscinas (todos os verões me ensinam, e eu nunca consigo)

7 coisas que me atraem no sexo oposto:
- O sorriso (é a primeira coisa que reparo)
- Personalidade forte
- Saber conversar, de tudo, respondendo às minhas perguntas, tipo enciclopédia!
- Ser educado (alguem que saiba ser cavalheiro tem logo 10 pontos a seu favor!)
- Ser divertido, que me faça chorar de tanto rir
- O físico (claro que um corpinho danone fica sempre bem)
- A voz forte

7 coisas que digo frequentemente
- "Como é que é a nossa vida hoje?"
- "oh mããeeeeeee" (isto é a chamá-la)
- "Exacto"/ "Exactamente"
- "Opaahhh, não consigo!"
- "Chiiiça"
- "Vou passear os cães, venho já"
- "É surreal!"

7 actores/actrizes
- George Clooney
- Diogo Infante
- Brad Pitt
- Nuno Lopes
- Josh Hartnett
- Hugh Jackman
- Heath Ledger

Não sei se são as melhores, mas foi o que me lembrei :)

Ah, não passo a 7 outros blogs porque não alinho nisso de andar a passar as coisas em cadeia
(mentira, é só porque não conheço mais 7 pessoas com blogs a quem possa passar)

segunda-feira, 30 de abril de 2007

A última das Farmos...

Houve cartada

Houve gelados (enooormes!)


Houve caipirinhas

Houve tremoços


E no final, houve o regresso ao mau tempo...


Houve ainda muito sol, muita praia, muita borga e boa disposição
Foi a última de tantas Farmos vividas ao longo destes cinco anos de curso... Apesar de nostálgica, valeu muito a pena

quarta-feira, 25 de abril de 2007

Porque alguém perguntou...

Qual a tua música de intervenção preferida?





Ontem apenas
fomos a voz sufocada
de um povo a dizer não quero;
fomos os bobos-do-rei
mastigando desespero.
Ontem apenas
fomos o povo a chorar
na sarjeta dos que, à força,
ultrajaram e venderam
esta terra, hoje nossa.

Uma gaivota voava, voava,
asas de vento,
coração de mar.
Como ela, somos livres,
somos livres de voar.

Uma papoila crescia, crescia,
grito vermelho
num campo qualquer.
Como ela somos livres,
somos livres de crescer.

Uma criança dizia, dizia
"quando for grande
não vou combater".
Como ela, somos livres,
somos livres de dizer.

Somos um povo que cerra fileiras,
parte à conquista
do pão e da paz.
Somos livres, somos livres,
não voltaremos atrás.

segunda-feira, 23 de abril de 2007

Dia de S. Jorge, do livro e da Rosa


O "Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor" é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril, dia de São Jorge.Esta data foi escolhida para honrar a velha tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas UMA ROSA VERMELHA DE SÃO JORGE (Saint Jordi) e recebem em troca, UM LIVRO.Em simultâneo, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare e Cervantes, falecidos em 1616, exactamente a 23 de Abril.Partilhar livros e flores, nesta primavera, é prolongar uma longa cadeia de alegria e cultura, de saber e paixão

Definições...

Já que não consigo vencê-los, junto-me a eles... Decidi seguir as tendências e ter um blog meu! Demorou, mas cá está... vamos ver se se aguenta. E porquê o "ponto flash"?

Ponto - Teatro. Auxiliar que recita o texto ao mesmo tempo que os actores e lhes recorda, se necessário, o início dos diálogos.

Flash - Comunicação. Notícia dada em primeira mão por uma agência informativa, em estilo seco e breve.

Assim, no meu Ponto Flash vou recordar momentos (tal como um ponto) e trazer as novidades em primeiríssima mão (um flash).

Mas como a minha formação é em Química (ou senso comum, como alguns lhe chamam), aqui fica a verdadeira definição:

Ponto flash - Temperatura à qual o vapor à superfície do líquido volátil forma uma mistura combustível com o ar. No ponto flash, a aplicação de uma chama nua dá um flash momentâneo em vez de uma combustão contínua, por a temperatura ser demasiado baixa.

Vamos ver se consigo chegar ao Ponto Flash...